SEAC-PR e FACOP distribuirão cerca de 200 cestas básicas e 250 kits de doces para um dos mais importantes projetos sociais do Brasil

Ação de distribuição faz parte da ação Cebrasse Social e acontecerá durante o mês de outubro

Responsabilidade social. Essa vem sendo a palavra da vez. E uma pesquisa divulgada pela empresa australiana Thankyou com cerca de 500 consumidores brasileiros mostrou o quanto essa é uma prática fundamental nos dias de hoje. Segundo o estudo, 37% dos consumidores verificam se as marcas estão envolvidas em algum projeto de responsabilidade social. Ainda, os números mostraram que 80% das pessoas entrevistadas acreditam que não há marcas suficientemente envolvidas em ações sociais, o que mostra o quanto empresas e setores ainda precisam desenvolver nesse quesito. Pois foi pensando nisso que o SEAC-PR e a FACOP, em parceria com a Cebrasse, irão destinar cerca de 200 cestas básicas e 250 kits de doces para a CUFA – Central Única das Favelas, um dos mais importantes projetos sociais desenvolvido com comunidades no Brasil.

“A FACOP vem realizando um excelente trabalho de responsabilidade social nos últimos anos. Além de ser signatária dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, a Fundação desenvolve diversos projetos locais. Esta ação, desenvolvida em parceria com a Cebrasse, é uma forma de ampliar essas ações, contribuindo com um projeto que é de grande extrema importância no desenvolvimento social e econômico do país”, explica Adonai Arruda, presidente do SEAC-PR e da FACOP.

A parceria com a Cebrasse partiu da iniciativa Abrace uma Criança, desenvolvido pela Central Brasileira do Setor de Serviços em parceria com diversas outras entidades e que pretende levar às crianças e suas famílias doações de materiais de higiene, alimentação e doces, para celebrar o dia das crianças, comemorado no dia 12 de outubro. A ação será desenvolvida em São Paulo, com entrega dos kits no dia 3 de outubro e em Curitiba, onde as doações serão entregues no dia 10.

Além disso, após as entregas e em um segundo momento, a FACOP realizará um programa de capacitação e empregabilidade com a CUFA, distribuindo senhas para que pessoas das comunidades atendidas pela Central Única das Favelas possam realizar os cursos EaD da FACOP. “O trabalho de responsabilidade social é algo que deve ser desenvolvido constantemente. Estamos sempre em busca de parcerias com instituições e entidades para desenvolver ações que tragam cada vez mais oportunidade de crescimento para as pessoas e para o país. Diferente de assistencialismo, nosso objetivo com isso é trazer oportunidades para as pessoas”, explica Cássia Almeida, executiva da FACOP.

O presidente do SEAC-PR ainda relembra a importância do envolvimento dos empresários em ações como essas. “Cada vez mais a responsabilidade social vem sendo exigida de empresas em todos os setores. O setor de asseio, conservação e facilities também precisa estar atento a essa agenda, sobretudo por contar com trabalhadores que hoje integram a base da pirâmide econômica e social. É importante também que os empresários estejam envolvidos com as ações que a FACOP desenvolve, uma vez que ela representa o setor do asseio. Hoje isso pode ser requisito fundamental até mesmo no fechamento de contratos. Por isso, cada vez mais iremos investir em responsabilidade social”, finaliza Adonai.