Empresários esclarecem dúvidas de Convenção Coletiva com diretoria do SEAC-PR

Nova Convenção Coletiva 2019 foi tema de encontro na sede do Sindicato

Cerca de 40 pessoas estiveram reunidas no dia 31 de janeiro na sede do SEAC-PR para discutir a nova Convenção Coletiva do setor. O objetivo do encontro era proporcionar aos associados um momento para tirar possíveis dúvidas relativas às mudanças.

A nova cláusula que garante o fornecimento de Vale Alimentação no período de férias foi um dos pontos debatidos, e que suscitou bastantes questionamentos. “A questão da assiduidade e da vigência da cláusula levantou muitas dúvidas por parte dos empresários e responsáveis pelos RHs. Assim, resolvemos contar com o apoio do nosso assessor jurídico para poder esclarecer esses pontos”, disse Adonai.

Além dessa pauta, o SEAC-PR também oportunizou à assessoria de comunicação que apresentasse um relatório de atividades para associados, assim como a FACOP, que também realizou uma prestação de contas referente ao ano de 2018. “Queremos que as empresas e empresários entendam o valor de todos os serviços que o sindicato oferece. A FACOP é uma entidade que possui muito valor, não só pelo pioneirismo, mas, sobretudo, pela qualidade de tudo o que oferece. Hoje a Fundação é uma entidade reconhecida internacionalmente e nossa ideia é estimular cada vez mais o uso por parte dos trabalhadores e empresas”, explicou Adonai Arruda, presidente do SEAC-PR.

FACOP

Durante a apresentação, a superintendente executiva da Fundação, Cássia Almeida, trouxe um balanço de realizações da FACOP no último ano, mostrando a quantidade de diplomas emitidos em todas as modalidades de cursos oferecidos pela entidade. Durante a apresentação, a executiva apresentou também algumas novas propostas da FACOP.

WhatsApp Image 2019-02-04 at 14.48.38

“Além de estarmos sempre de portas abertas em nossa sede, temos planos de ampliar a interiorização de alguns serviços, assim como o atendimento por demanda de empresas. Hoje temos uma estrutura capaz de atender a todas as empresas e levar valor de diversos modos, não só com cursos, mas com a nossa Central de Empregos, que encurta caminhos nas contratações, e com o SESMT Coletivo, que oferece um serviço pioneiro e que permite que as empresas economizem num serviço que é obrigatório”, esclarecer Cássia.