25ª Higiexpo recebe empresários do SEAC-PR

Diretores do SEAC-PR estiveram presentes na 25ª Higiexpo, a maior feira de limpeza da América Latina, realizada nos dias 8, 9 e 10 de agosto em São Paulo. A feira, que reuniu mais de 12 mil pessoas e 98 expositores teve recorde de público e o Sindicato que representa o setor do asseio no Paraná não poderia ficar fora desse evento.
‘”A feira estava ótima, com certeza a melhor dos últimos tempos. Compacta mas com bons fornecedores. Ou seja, foi um evento bem diversificado e competitivo, criando oportunidades para aumentar o leque de fornecedores das empresas. Além disso, a parte dos cursos também muito abrangente e a FACOP, idealização pioneira do Sindicato, se destacando, mostrando que o setor no Paraná vem se fortalecendo cada vez mais. Na parte social, a participação também foi muito positiva, pois foi a possibilidade de rever empresários do setor, fornecedores tradicionais e novos, entre outras particularidades”, contou Adonai Arruda, presidente do SEAC-PR.

O evento é uma organização da Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional, a Abralimp, e oferece serviços, equipamentos, tecnologia, produtos e tudo o mais que está relacionado ao setor do asseio, sendo uma excelente oportunidade de realizar parcerias, e estreitar redes de relacionamento. “A feira estava muito boa, com uma gama muito grande de ferramentas e produtos para o empresário. Os estandes estavam enxutos, mas com uma abordagem específica aos interesses do empresariado”, contou o advogado do SEAC, José Paulo.

Neste ano, a feira também teve a modernização e ampliação do espaço reservado aos cursos, com destaque para a FACOP, que esteve no evento com um estande, divulgando o método exclusivo do Paraná de Educação a Distância, e com duas palestras na chamada “Ilha do Conhecimento”.

“Além de ser uma das melhores feiras dos últimos anos, o evento estava muito bem organizado, com muitas oportunidades e com palestras bem diversificadas, abordando assuntos muito relevantes para o segmento. Além disso, é possível notar um certo otimismo na feira como um todo”, afirmou Rogério Queirós, diretor do SEAC-PR.